Viagra natural: 4 alternativas melhores à pílula azul



O assunto de hoje é de cunho íntimo, mas você precisa saber que já existe no mercado uma forma natural e mais eficaz do que o Viagra para tratar a impotência. Se esse problema anda afetando a sua vida sexual, saiba que você não está sozinho.

No Brasil, metade dos homens que passaram dos 40 anos apresentam disfunção erétil, ou seja, não conseguem atingir ou manter a ereção do pênis durante o sexo. Quanto maior a idade, a coisa só piora. São mais de 100 milhões de homens no mundo todo enfrentando a mesma situação.

Parece até que estão te escondendo a verdade, mas até o final desse texto, você vai descobrir 4 formas de acabar com esse problema sem ter que sofrer com os temidos efeitos colaterais do Sildenafil, o famoso Viagra.

ESTÁ GOSTANDO DESSE ARTIGO?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos e novos produtos!

* Não vamos distribuir seu e-mail

Os riscos do Viagra

Dor de cabeça, tontura, visão embaçada, enjoo, vermelhidão e risco de infarto… Tomar o ‘azulzinho’ pode ser perigoso. E não para por aí. A ingestão de medicamentos para impotência como Viagra, Levitra e Cialis já foi até associada a um risco maior de desenvolver melanoma, um tipo de câncer de pele agressivo.

As drogas eréteis até podem parecer uma solução milagrosa, pois aumentam o fluxo sanguíneo até o pênis, dando rigidez ao órgão, mas elas não resolvem a causa em longo prazo, bem diferente da substância estudada por cientistas da Universidade de Atenas e que está guardada no armário da sua cozinha: o azeite de oliva. Revelação deliciosa, não é mesmo?

Azeite de oliva extravirgem

Azeite reduz risco de impotência e é melhor que viagra

No último congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia, em Munique, os pesquisadores gregos apresentaram um trabalho sobre o estilo de vida de um grupo de 660 homens com idade média de 67 anos. O foco era mostrar os benefícios da dieta mediterrânea, que consiste no consumo de vegetais, frutas, oleaginosas e peixes gordos, para a saúde masculina, mas a maior descoberta foi que os homens que consumiram nove colheres de sopa de azeite por semana tiveram um risco 40% menor de falhar na hora H. E você aí consumindo apenas um fio na salada.

De acordo com os autores do estudo, o azeite de oliva é benéfico porque mantém os vasos sanguíneos saudáveis, e o pênis depende de um bom fluxo sanguíneo para funcionar bem e conseguir uma ereção mais potente, portanto, essa gordura boa é uma solução eficaz para manter a saúde sexual do homem sempre em dia.

3 remédios naturais para melhorar a potência

Os brasileiros têm mais medo da disfunção erétil do que do câncer, aponta a Sociedade Brasileira de Urologia.

Se você chegou até aqui, eu imagino que esteja interessado em formas de melhorar a sua performance sexual e, ao mesmo tempo, quer manter distância dos efeitos colaterais das drogas medicamentosas.

Então, além das 9 colheres semanais de azeite, seguem aqui outras sugestões que beneficiam homens e mulheres:

1 – Tribulus terrestris

Flor amarela de tribulus terrestris

Agente ativo da planta melhora tempo da ereção

Essa planta não tem nada de “erva daninha”. Considerada um fitoterápico, a tribulus terrestris cresce em climas secos e é usada há muitos anos por especialistas em medicina natural para tratar a impotência.

O agente ativo da planta é a protodioscina, conhecida por estimular a produção de óxido nítrico. Essa substância contribui para vasodilatação do pênis e favorece uma ereção mais prolongada. A suplementação de tribulus terrestris também está associada ao aumento dos níveis de testosterona, o principal hormônio masculino, e melhora da libido.

Esse remédio natural pode ser encontrado em forma de pílula, pó ou extrato líquido em casas de produtos naturais.

2 – Maca peruana

Raiz de maca peruana

Maca peruana, o “Viagra dos Incas”

Nativa do Peru, a maca peruana não ganhou fama de “Viagra dos Incas” à toa. O tubérculo, conhecido por conter alto valor nutricional e também aumentar a libido e a fertilidade, é usado há mais de 2 mil anos como estimulante sexual e a ciência já sabe disso.

Um estudo divulgado no Journal of Andrology em 2008 mostrou que homens que consumiram a raiz durante 4 meses relataram uma melhora no quadro de disfunção sexual em comparação ao grupo que não consumiu. Um dos motivos é que a maca peruana é fonte de um aminoácido chamado arginina, uma substância considerada precursora do óxido nítrico. Em outras palavras, ela melhora o fluxo sanguíneo e favorece a ereção.

A maca peruana também estimula a produção de testosterona e melhora a qualidade dos espermatozóides. Os efeitos podem ser sentidos após 2 semanas de uso contínuo.

Esse suplemento alimentar pode ser encontrado com facilidade em forma de pó ou em cápsulas.

3 – Ioimbina

Folha de Ioimbina

Fitoterápico é usado para tratar impotência desde os anos 80

A ioimbina é uma substância extraída da casca da árvore Pausinystalia yohimbe e já era usada muito antes do Viagra para tratar problemas de disfunção sexual.

Estudos apontam que este fitoterápico tem ação vasodilatadora, estimulando a circulação sanguínea e favorecendo o tônus peniano. Até o FDA, agência que regula alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, reconhece e aprova a utilização deste fitoterápico no tratamento da impotência desde os anos 80.

É possível encontrar a ioimbina em forma de pó, extrato ou cápsulas em lojas de produtos naturais ou em farmácias de manipulação.

Gostou das nossas dicas? Comente se você acha que elas podem ajudar a melhorar a sua vida sexual e compartilhe nas redes sociais.