Selênio: o que é e quais os benefícios para a imunidade



Quem aqui não deseja sair mais forte do que quando entrou em quarentena?

Hoje você vai aprender mais no blog Vitaminas sobre um mineral que pode ser um grande aliado do seu sistema imune, ainda mais em tempos de coronavírus: o selênio.

O que é o selênio?

O selênio é um mineral essencial. Isso significa que o nosso corpo não é capaz de produzi-lo, então devemos obtê-lo por meio da alimentação.

A suplementação de selênio deve fazer parte das estratégias alimentares de quem deseja ampliar as suas defesas naturais.

Isso porque o nosso sistema imunológico é um exército complexo formado por células, tecidos, órgãos e moléculas, e todos precisam estar de prontidão, 24 horas por dia, para nos defender contra o ataque de parasitas, bactérias e vírus diversos.

Estudos mostram que níveis adequados de selênio estão associados a uma resposta imunológica aprimorada por parte do nosso organismo.

Já a deficiência do mineral podem tornar a nossa resposta imune mais lenta, conforme sugere um estudo realizado no Departamento de Biologia Celular e Molecular da Universidade do Havaí.

Neste trabalho, pesquisadores descobriram que cobaias com deficiência de selênio tiveram inflamação elevada do organismo frente à infecção por vírus influenza tipo A.

Essa fortalecida que o selênio provoca no sistema imunológico explicaria porque ele é considerado tão fundamental para pessoas com tuberculose, hepatite C e com gripes e doenças respiratórias causadas pelo vírus influenza tipo A.

Fora esses benefícios, a ingestão adequada de selênio é crucial para desinflamar o corpo e apoiar a fabricação de glutationa, o antioxidante mais importante do núcleo das nossas células.

Conhecida como a “mãe dos antioxidantes”, a glutationa é capaz de potencializar as atividades de outros antioxidantes e vitaminas, varrer as toxinas acumuladas em nosso corpo, auxiliar na digestão de gorduras e até na destruição de células cancerosas.

Como ampliar os seus níveis de selênio

alho brócolis castanha do pará ovo

Alimentos fontes de selênio

A castanha-do-Pará é uma das fontes alimentares mais ricas em selênio.

Embora nos digam que basta comer apenas 1 castanha-do-Pará por dia para repor os níveis do mineral, não é bem assim que a coisa funciona.

As quantidades de selênio variam drasticamente de acordo com a região e com a qualidade do cultivo e da produção das castanhas.

Fora isso, o solo brasileiro apresenta regiões muito pobres em selênio e em outros minerais.

Neste cenário, para garantir aportes adequados de selênio, a suplementação em cápsulas para fins nutracêuticos pode ser considerada.

Para otimizar a imunidade, especialmente nesses tempos em que só se fala de vírus e doenças respiratórias, a dose diária recomendada do mineral é a partir de 50 mcg ao dia.

Quando combinada com hábitos de vida saudáveis, com exposição solar e outras vitaminas fundamentais para o sistema imunológico como vitaminas A, C, E e vitaminas do complexo B, esses benefícios podem ser ampliados.

Gostou desse artigo? Compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

Fontes:

The influence of selenium on immune responses

A Single Consumption of High Amounts of the Brazil Nuts Improves Lipid Profile of Healthy Volunteers

Dietary Selenium in Adjuvant Therapy of Viral and Bacterial Infections1,2