Vitaminas.com.vc

Pygeum Africanum: uma planta medicinal contra o pinga-pinga da próstata



Metade dos homens que passaram dos 50 anos sofrem com os desconfortos urinários causados pela próstata aumentada.

Se você é um deles, pode ser que sinta falta de dormir como uma pedra por uma noite inteira e ter um sono reparador.

Como se acordar de madrugada não bastasse, ainda tem aquele famoso pinga-pinga.

Já falamos muitas vezes neste site sobre as propriedades do óleo de sementes de abóbora, mas nunca é demais relembrar.

Por ser rico em beta-sitosterol, o óleo de sementes de abóbora pode auxiliar na inibição da enzima envolvida na conversão de testosterona em dihidrotestosterona (DHT), um dos grandes culpados por aumentar a próstata, causando jato fraco e sensação de bexiga cheia.

Mas não é essa a novidade que separamos para te apresentar ao longo desse texto.

24% de melhora com a cerejeira africana

Pygeum africanum

Pygeum africanum pode reduzir idas noturnas ao banheiro

Já ouviu falar sobre a Pygeum africanum?

Essa planta, também conhecida como prunus africana, ou ainda cerejeira africana, é mais um fitoterápico que tem sido estudado pela ciência para agregar no cuidado de próstatas inflamadas.

Veja só este achado sobre as propriedades terapêuticas da cerejeira.

A Fundação Cochrane reuniu um total de 18 ensaios científicos envolvendo 1.562 homens com hiperplasia benigna da próstata.

Esse tipo de junção de muitos estudos, para verificar a eficácia do tratamento, é chamada de revisão sistemática.

Em parte dos estudos, os homens foram divididos em dois grupos: um que recebeu o extrato de pygeum, e outro que recebeu placebo (pílulas sem nenhum princípio-ativo).

Os 18 estudos foram realizados, em média, por 64 dias. Esses foram os resultados sobre a planta medicinal:

💦 Reduziu a noctúria (idas noturnas ao banheiro) em 18%;
💦 Baixou o volume residual de urina (o pinga-pinga) em 24%;
💦 Aumentou o fluxo da urina em 23%.

Não foram relatados efeitos adversos ao uso do extrato da cerejeira.

Como usar a Pygeum africanum?

Se você optar pelo uso da Pygeum, 100mg do fitoterápico ao dia podem ser suficientes, podendo variar de acordo com cada caso.

É possível encontrar cápsulas da planta em lojas de produtos naturais e em farmácias de manipulação. Converse com seu médico ou nutricionista de confiança sobre isso.

Fonte:

Extracts from the African prune tree (Pygeum africanum) may be able to help relieve urinary symptoms caused by enlarged prostate (benign prostatic hyperplasia) | Cochrane Collaboration