Vitaminas.com.vc

Óleo de alho: para que serve? Entenda seus benefícios



O assunto de hoje é uma planta muito, mas muito familiar para os brasileiros, principalmente na culinária. Estamos falando do alho (allium sativum), o primo da cebola que tempera muitos pratos e traz mais sabor para as refeições. 

Mas não só: a bagagem de ganhos para a saúde que este velho soldado carrega consigo é realmente das boas. 

Acontece que a alicina, um dos princípios-ativos do alho, além de ser responsável pelo seu aroma intenso, também possui diversos benefícios medicinais, inclusive aqueles que podem auxiliar na manutenção do sistema cardiovascular.

Efeitos antioxidantes, anti-inflamatórios e para a melhora da pressão são alguns deles, também presentes em outras substâncias do alho.

E as coisas ficam ainda mais interessantes quando elas estão concentradas em óleo ou extrato. 

Óleo de alho? Extrato? Como assim? 

Calma lá que a gente te explica melhor essa história. 

Ambos são considerados suplementos alimentares e medicamentos fitoterápicos (produzidos a partir de vegetais ou plantas medicinais) pela Anvisa — e, apesar de carregarem essa consistência, suas propriedades podem ser aproveitadas de uma forma muito prática: com o consumo de cápsulas.

Veja, a seguir, como o óleo ou extrato de alho podem te ajudar: 

✓ Auxílio na redução da pressão arterial

A pressão alta, ou hipertensão, é um dos fatores que estão intimamente associados aos ataques cardíacos e derrames. E diversos estudos científicos têm demonstrado que a suplementação de alho pode ajudar a diminuir esses marcadores. 

Um dos achados vem lá da Universidade King Khalid, na Arábia Saudita. 

Os pesquisadores coordenaram um experimento com 210 pacientes com hipertensão e descobriram, ao final do teste, que o consumo de 600 a 1.500 mg de extrato de alho envelhecido foi tão eficaz quanto o uso de Atenolol (medicamento beta-bloqueador usado para tratar doenças cardiovasculares) na redução da pressão arterial em um período de 24 semanas. 

✓ Ação antioxidante

O corpo humano precisa de antioxidantes para combater os danos celulares provocados pelos malvados radicais livres, espalhados pelo mundão lá fora (oi, poluição!) e inevitavelmente presente dentro do organismo. 

Entre tantas consequências que a presença ostensiva dos radicais livres pode causar, uma delas são as doenças cardíacas.

Mas veja só: antioxidantes que podem ajudar a combatê-los é o que não falta no alho! Vitamina C, quercetina e selênio são alguns que ainda não havíamos citado aqui. 

Essa ação protetora ajuda a manter as paredes das artérias sadias, impedindo que partículas de colesterol se oxidem e se depositem no local, formando placas que bloqueiam a livre circulação do sangue. 

✓ Efeito anticoagulante 

Agregação plaquetária. Esse é o nome difícil usado para caracterizar a formação de coágulos no sangue que leva ao entupimento dos vasos, precursor de tantos males que afetam o fiel escudeiro do lado esquerdo do peito. 

Mas “palavrões” à parte, o que você precisa mesmo saber é que o alho ajuda a impedir esse processo prejudicial, evitando complicações posteriores. 

É o que constataram os pesquisadores da Liverpool John Moores University, no Reino Unido, após induzirem a tal agregação de plaquetas com uma série de compostos químicos, na presença do extrato de alho envelhecido.

Após analisar as plaquetas dos 14 participantes do ensaio, perceberam que essa movimentação perigosa das plaquetas foi inibida graças ao alho. 

Inclusive, vale saber que um dos responsáveis pelo efeito anticoagulante do alho é o ajoene, um outro antioxidante natural que cumpre a missão de bloquear a união das plaquetas. 

Como reconhecer um bom suplemento de óleo (ou extrato) de alho?

Na hora de escolher, fica aqui uma dica importante: questione sempre a sua marca favorita sobre o teor de alicina presente na fórmula.

Isso porque ela é “a” substância que deve brilhar e estar presente em quantidades mais abundantes no seu produto.

Uma boa cápsula deve conter, no mínimo, 3mg de alicina para cada 1g do óleo ou extrato de alho. Sempre consulte um médico de confiança para conhecer as melhores opções de suplementação e dosagens para o seu caso. 

Referências bibliográficas: 

Ashraf R, Khan RA, Ashraf I, Qureshi AA. Effects of Allium sativum (garlic) on systolic and diastolic blood pressure in patients with essential hypertension. Pak J Pharm Sci. 2013 Sep;26(5):859-63. PMID: 24035939.

Rahman K, Lowe GM, Smith S. Aged Garlic Extract Inhibits Human Platelet Aggregation by Altering Intracellular Signaling and Platelet Shape Change. J Nutr. 2016 Feb;146(2):410S-415S. doi: 10.3945/jn.114.202408. Epub 2016 Jan 13. PMID: 26764324.

Rahman K. Effects of garlic on platelet biochemistry and physiology. Mol Nutr Food Res. 2007 Nov;51(11):1335-44. doi: 10.1002/mnfr.200700058. PMID: 17966136.

ANAPA – Associação Nacional de Produtores de Alho. Chegou a hora de apostar no alho.