O vinho tinto faz bem para o coração: mito ou verdade?



Posso adivinhar como foi o seu dia? Estresse no trabalho ou na família, trânsito engarrafado e ainda teve o seu time que não saiu do zero a zero. Como diria o narrador esportivo, haja coração!

Por falar nesse órgão vital, você tem cuidado dele com a atenção que merece? Um coração maltratado é a principal causa de morte no mundo todo.

Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, em um único dia, mais de mil brasileiros morrem por causa de problemas cardíacos que poderiam ser evitados, como o acúmulo de placas de gordura nas artérias ou mesmo a pressão alta. São cerca de 43 vítimas fatais por hora, 1 morte a cada 90 segundos. As doenças cardiovasculares matam duas vezes mais que todos os tipos de câncer juntos. É muita coisa.

Para o coração funcionar bem, a regra é clara: ele precisa receber e bombear bastante sangue oxigenado em direção ao corpo todo. Para alcançar esse objetivo, é importante fazer exercícios físicos e investir em um cardápio cheio de gorduras boas. Porém, você precisa saber mais sobre dois “atacantes de ponta” que podem tornar o seu coração robusto e te tirar da rota de um infarto.

Vinho, um potente anti-hipertensivo natural

Casal brindando com vinho

Você sabia que vinho tem nutrientes poderosos para blindar o seu coração?

Há tempos o vinho tinto e a saúde têm sido associados. Hoje já se sabe que o tesouro da bebida está na casca das uvas escuras, que além de flavonóides, contém uma outra substância antioxidante ainda mais poderosa para o coração chamada de resveratrol.

Esse composto atua diretamente no coração, protegendo a camada interna das artérias, ajudando no fluxo de sangue. Na prática, o resveratrol baixa a pressão arterial, combate o colesterol ruim (LDL) e aumenta a produção de HDL, o bom colesterol.

Na natureza, essa substância antioxidante é produzida pelas uvas como auto-proteção contra pragas e fungos.

Se engana quem acha que só vinho importado contém resveratrol. Um estudo da PUC-RS analisou 36 amostras de vinhos e constatou que os brasileiros contém 2,57 mg/ml de resveratrol e a mesma quantidade de flavonóides do que a encontrada nos vinhos franceses, que são muito mais caros.

Dá para apostar nas versões nacionais e com preço mais em conta, desde que você não abuse da dose – uma taça de vinho por dia e nada mais. Além das uvas escuras, o resveratrol também é encontrado no cacau, tornando o chocolate amargo (acima de 70%)  um grande aliado.

Chocolate amargo e uma taça de vinho tinto parecem uma boa pedida romântica, não é mesmo? Podem fazer bem para o seu coração em todos os sentidos.

ESTÁ GOSTANDO DESSE ARTIGO?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos e novos produtos!

* Não vamos distribuir seu e-mail

Ômega 3 reduz o risco de sofrer um ataque cardíaco

Gorduras boas e cápsulas de ômega 3

Ômega 3 recupera o seu coração e regula os processos inflamatórios

Outra substância amiga do peito é o ômega 3. Os ácidos graxos presentes nessa gordura do bem regulam os processos inflamatórios e reduzem a formação de placa nas artérias.

Estudos apontam que o consumo de Ômega 3 reduz o risco de sofrer um ataque cardíaco fatal em 10%. Um teste feito com sobreviventes de infartos revelou que a substância age também na recuperação do órgão, reduzindo o risco de morte súbita em 50%. Pesquisadores da Universidade de Harvard recomendam comer pelo menos duas porções de peixe não frito por semana para manter a boa saúde do coração.

Sardinha, anchova e cavala são as melhores fontes de ômega 3, quando consideramos a contaminação por metais pesados e também o custo. Atualmente, o salmão está muito intoxicado, tem versões falsas no mercado (truta salmonada) e por isso não tem sido mais considerado como um bom investimento para o coração – a não ser que você saiba sobre o cultivo. Sardinha em lata, banhada em óleo de soja, também está fora de questão. Melhor investir na versão fresca.

Uma forma prática e segura de obter bons níveis do nutriente é por meio da suplementação, mas também é preciso cuidado! A procedência do ômega 3 deve ser avaliada antes da compra, pois os produtos muito baratos geralmente são falsificados ou estão contaminados com mercúrio.

Ah! Também não se esqueça de investir em uma dieta diversificada e colorida, de mexer o corpo, passar longe do cigarro, beber muita água e gerenciar o estresse. Assim o seu coração continuará batendo firme e forte, e vai aguentar todas as emoções de uma vida longa!

Gostou desse conteúdo? Comente aqui e compartilhe com seus amigos.