Como baixar o ácido úrico e prevenir a gota com um aperitivo



Quem aqui nunca ouviu falar que um parente ou vizinho acordou de madrugada com pontadas dilacerantes no dedão no pé, e que não houve remédio que aliviasse?

A culpa é da gota, uma doença reumática inflamatória que causa vermelhidão, inchaço nas articulações e dores insuportáveis. 

Sim, é verdade que a gota prefere o público masculino. A cada dez pessoas que sofrem da enfermidade, nove são homens com sobrepeso. Também é verdade que o grande vilão da história é o excesso de ácido úrico no sangue.

O consumo de embutidos como salsicha, salame e mortadela e de bebidas alcoólicas são muito prejudiciais para quem sofre da doença, mas o que talvez você não saiba é que os maiores responsáveis pelas crises são o refrigerante e o suco de caixinha do tipo néctar.

Essas bebidas são carregadas de frutose, principalmente na forma de xarope de milho, usado para adoçar produtos industrializados. A frutose é o único tipo de açúcar capaz de elevar os níveis de ácido úrico.

Um estudo publicado no respeitado JAMA (Journal of the American Medical Association) mostrou que homens que ingerem alimentos açucarados todos os dias têm 85% a mais de chance de ter gota em relação aos indivíduos que raramente consomem.

Ou seja, a culpa não é só da carne!

O que é ácido úrico?

Nós todos produzimos ácido úrico a partir de moléculas de purina, presente naturalmente em nosso organismo, e também em alimentos como carnes vermelhas, frutos do mar, miúdos, grãos e na cerveja.

Para eliminar a substância, nosso corpo converte purina em ácido úrico e expulsa tudo pela urina. Quando a taxa de ácido úrico está elevada (chamam isso de hiperuricemia) e não conseguimos baixá-la, começa o problema.

Os altos níveis desse composto desencadeiam o acúmulo de pequenos cristais de urato de sódio dentro das nossas articulações, provocando crises dolorosas de gota.

Fora isso, o excesso de ácido úrico favorece o aparecimento de pedras nos rins, de doenças cardíacas e de pressão alta.

ESTÁ GOSTANDO DESSE ARTIGO?
Insira seu e-mail e comece já a receber nossos conteúdos gratuitos e novos produtos!

* Não vamos distribuir seu e-mail

Um petisco contra a gota

Se você chegou até aqui e aprendeu o que deve riscar da dieta para evitar novas crises, agora vai descobrir quais são os 4 alimentos e suplementos aliados na prevenção da doença.

Um deles, acredite, pode ser encontrado no boteco mais próximo.

Tremoço

Mesa com tremoço

Tremoço reduz ácido úrico no sangue

Você já comeu tremoço alguma vez?

Pois saiba que, apesar de se tratar de um petisco de boteco, a leguminosa é uma aliada na prevenção da gota.

Uma pesquisa realizada em uma instituição de saúde da Alemanha comprovou que o consumo das sementes contidas na vagem de tremoço podem reduzir os níveis de ácido úrico no sangue, portanto,  o seu consumo está liberado na briga contra as crises de artrite gotosa.

Ômega 3

Peixe gorduroso rico em ômega 3

Ômega 3 ajuda a combater a inflamação nas articulações

Gorduras boas ricas em ômega 3 como sardinhas, salmão selvagem, nozes e castanhas são essenciais no cardápio de quem sofre com gota ou com outros tipo de artrite, pois esses alimentos são poderosos anti-inflamatórios e ajudam a combater as dores nas articulações. Uma forma prática e mais rápida de consumir ômega 3 de boa qualidade é investir em suplementos de boa procedência.

Atenção à dica: potes de ômega 3 muito baratos costumam ter baixos níveis dos ácidos graxos EPA e DHA na formulação e estão contaminados com metais pesados, por isso, podem não fazer o efeito esperado e prejudicar a sua saúde.

Chorella

Comprimidos da alga chlorella

Chlorella auxilia o organismo a eliminar toxinas

A chlorella é conhecida pela capacidade de alcalinizar o sangue e fazer uma verdadeira faxina das toxinas acumuladas pelo organismo.

Diversas pesquisas comprovam que o consumo prolongado da microalga fluidifica o sangue e promove uma detoxificação, inclusive ajudando o corpo a expulsar os cristais de urato de sódio depositados nas articulações mais afetadas pela gota.

Magnésio

Pote de suplemento magnésio

Suplementação de magnésio alivia crises já iniciadas

O magnésio é outra solução natural que pode ser usada contra a gota. Por se tratar de um mineral alcalino, esse suplemento é capaz de purificar o sangue e diminuir a produção de ácido úrico pelo nosso organismo.

Um estudo realizado na China comprovou que homens que ingerem magnésio têm chances reduzidas de desenvolver hiperuricemia.

Em casos de crises de gota já iniciadas, o magnésio também pode ser usado como um remédio natural para aliviar as dores de forma mais rápida.

Gostou desse artigo? Deixe seu comentário e compartilhe com seus conhecidos que sofrem de artrite gotosa.