Vitaminas.com.vc

Cérebro e desejo: ginkgo biloba pode ajudar a melhorar a potência



A Ginkgo Biloba é uma planta utilizada há milhares de anos pela Medicina Tradicional Chinesa, e que traz uma longa lista de benefícios para a sua saúde.

O grande poder desse fitoterápico de nome Yinxingye Tiquwu é auxiliar na melhora do fluxo sanguíneo do organismo inteiro, simples assim. E esse “pequeno feito” da planta pode oxigenar seu corpo dos pés a cabeça.

Neste artigo, vamos abordar 3 indicações da erva com formato de leque:

  • Nutrir o globo ocular e preservar a visão;
  • Melhorar a memória e a velocidade do cérebro;
  • Ajudar a aumentar a potência e o desejo.

O que é e para que serve a Ginkgo Biloba?

A Ginkgo tem história! Nativa da Ásia, a árvore é considerada um “fóssil vivo”, por ter vencido grandes eventos de extinção.

Sabia que ela foi a primeira planta a brotar após uma bomba atômica destruir a cidade de Hiroshima, no Japão, no final da Segunda Guerra Mundial?

Ginkgo biloba

Graças a sua capacidade de favorecer a circulação sanguínea e possuir propriedades terapêuticas antioxidantes e anti-inflamatórias, o extrato da planta pode ser utilizado para diferentes condições.

#1 – Circulação e potência

Na medicina tradicional chinesa, as sementes da Ginkgo são usadas para abrir canais de energia para diferentes sistemas orgânicos do corpo humano, incluindo rins, fígado, cérebro e pulmões.

No fim das contas, é isso mesmo que a planta faz. Ela ajuda a aumentar o fluxo sanguíneo e a oxigenar todos os tecidos do corpo.

Um estudo realizado na China mostrou que a suplementação do fitoterápico por pessoas com doenças cardíacas aumentou em 12% os níveis de óxido nítrico circulante.

O óxido nítrico é uma molécula responsável por dilatar os vasos sanguíneos, e isso favorece a irrigação sanguínea da região genital também.

E esse efeito da Ginkgo Biloba é bem interessante para ajudar a melhorar a qualidade das ereções e combater a falta de desejo.

Melhorando a circulação, seu coração também agradece.

#2 – Cérebro e memória

A Ginkgo Biloba é famosa pelos seus efeitos na redução de ansiedade, estresse e de combate do declínio cognitivo, principalmente em pessoas mais maduras.

E a explicação é que, ao melhorar o fluxo sanguíneo, o cérebro também é oxigenado, e isso favorece o aumento de memória, foco, atenção e velocidade de raciocínio.

Dados levantados por pesquisadores da Europa apontam que a suplementação com a Ginkgo Biloba pode beneficiar pessoas com declínio cognitivo, principalmente as que sofrem com demência e Alzheimer.

#3 – Saúde da visão

Uma revisão de estudos feita na Califórnia, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas com glaucoma suplementadas com Ginkgo Biloba tiveram aumento do fluxo sanguíneo para o olho.

Já uma outra revisão feita no Reino Unido sugeriu que a planta medicinal pode ajudar tanto no tratamento quanto na prevenção da degeneração macular relacionada à idade (DMRI).

O que você precisa saber é que, ao favorecer a circulação sanguínea que nutre o nervo óptico, a sua visão sai ganhando.

Como tomar Ginkgo Biloba?

Ginkgo Biloba

Se você ficou interessado em fazer uso da Ginkgo Biloba, a sugestão é começar com uma dose segura de 80mg ao dia.

As doses podem variar de acordo com necessidades individuais.

Você encontra suplementos de Ginkgo Biloba em farmácias tradicionais e em farmácias de manipulação. Na hora de comprar, procure produtos feitos com extrato seco padronizado em 24% de flavonoides glicosídeos.

Na dúvida, peça ajuda para o farmacêutico de plantão.

Pessoas que tomam remédios anticoagulantes e antiplaquetários não devem tomar este fitoterápico e nenhum outro suplemento alimentar sem antes consultar um médico.

Fontes:

  • Ginkgo biloba extract improves coronary artery circulation in patients with coronary artery disease: contribution of plasma nitric oxide and endothelin-1
  • Ginkgo biloba extract improves coronary blood flow in healthy elderly adults: role of endothelium-dependent vasodilation
  • Effects of Gingko biloba supplementation in Alzheimer’s disease patients receiving cholinesterase inhibitors: data from the ICTUS study
  • Ginkgo Biloba for Mild Cognitive Impairment and Alzheimer’s Disease: A Systematic Review and Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials
  • Ginkgo biloba: An adjuvant therapy for progressive normal and high tension glaucoma
  • Ginkgo biloba extract for age-related macular degeneration