Arroz vermelho reduz colesterol ruim? Entenda



Direto e reto você lê este blog falando mal dos carboidratos refinados, como macarrão, bolos e arroz branco, não é?

Continuamos firmes, pois esses tipos de alimentos até enchem a barriga, mas não alimentam e nem promovem saciedade.

No caso do arroz, que é o nosso assunto de hoje, isso se explica pelo fato de que ele é amido puro e transforma-se rapidamente em açúcar no seu sangue.

É por isso que muita gente está sempre com fome e ataca a geladeira pouco tempo depois do almoço ou do jantar.

Acontece com você?

Coitado do arroz branco, ele nem é um grão de verdade.

No processamento deste que é o tipo mais consumido no Brasil, são retiradas a casca, a película e o germe.

Nessa peneira lá se vão as proteínas, as fibras, os minerais e as vitaminas do complexo B.

Aí você se pergunta: nossa, nunca mais vou poder comer arroz? Sim, mas deixe o branco para bem de vez em quando…

No dia a dia, é bem mais inteligente consumir outro tipo de arroz, que além de gostoso, regula o chamado colesterol ruim (LDL) e tem fama de “estatina natural”.

Arroz vermelho é estatina natural?

Prato arroz vermelho ovos tomates

Arroz vermelho contém ferro, zinco e vitaminas do complexo B

Essa porção de arroz vermelho da imagem acima pode te ajudar a prevenir doenças do coração, sabia? É tão bom que ganhou o aval até dos médicos que costumam rejeitar os carboidratos.

Para começar, o alimento possui minerais como ferro e zinco, além de vitaminas do complexo B.

Essa qualidade de arroz também tem essa cor graças às antocianinas, pigmento antioxidante que ajuda a regular os níveis do colesterol ruim (LDL).

E a coisa mais interessante sobre o arroz vermelho é que, a partir da fermentação dos grãos dele, é extraída uma substância natural chamada monacolina, uma espécie de estatina natural.

Esse composto é idêntico ao ingrediente ativo da lovastatina, medicamento prescrito para redução do colesterol LDL (ruim) e do colesterol total.

Geralmente, pacientes que fazem uso de remédios para o colesterol nem sabem dessas propriedades do arroz vermelho.

Arroz vermelho fermentado em cápsulas

arroz vermelho fermentado Red Yeast Rice

Cápsulas de extrato de arroz vermelho fermentado (Red Yeast Rice em inglês)

Já existem no mercado cápsulas de extrato de arroz vermelho fermentado (Red Yeast Rice em inglês).

Esse suplemento costuma ser recomendado para pacientes que apresentam intolerância à estatina, caracterizada por muitas dores musculares ou fraqueza.

No Brasil, é possível encontrar um medicamento fitoterápico de levedura de arroz vermelho nas farmácias ou mandar manipular cápsulas do ativo.

Na próxima consulta, converse com o profissional de saúde que te acompanha sobre essa possibilidade para o seu caso.

Vale sempre dizer que para proteger o seu coração, consuma sempre gorduras boas como abacates, óleo de coco, azeite e castanhas.

E acompanhe carnes e peixes ricos em ômega 3 com duas colheres de sopa cheias de arroz vermelho sempre que possível.

A dica para cozinhá-lo mais rápido é deixar os grãos de molho na noite anterior.

Assim você neutraliza os antinutrientes do alimento e potencializa a absorção de vitaminas, proteínas e minerais pelo organismo.

Gostou deste conteúdo? Compartilhe nas suas redes sociais!

 

Fontes:

Extrato de arroz vermelho fermentado pelo Monascus purpureus (red yeast rice): uma opção de tratamento para redução do LDL colesterol em pacientes intolerantes às estatinas

Can I use red yeast rice instead of a statin to lower my cholesterol?

Journal of the American Heart Association. Effects of Coenzyme Q10 on Statin-Induced Myopathy: An Updated Meta-Analysis of Randomized Controlled Trials J Am Heart Assoc 2018 Oct 02;7(19)e009835, H Qu, M Guo, H Chai, WT Wang, ZY Gao, DZ Shi.