A bebida que engorda e ‘rouba’ anos de vida



Você sabe o que são os telômeros?

Já ouviu falar no enorme impacto que os telômeros – essas minúsculas unidades do DNA – exercem sobre a sua saúde?

  • Doenças do coração
  • Diabetes tipo 2
  • Câncer
  • Demência
  • Envelhecimento precoce
  • Imunidade baixa

Sim. Todas essas enfermidades comuns têm a ver com telômeros mais curtos e doentes.

Quando nós nascemos, nossos telômeros são bem longos. Mas, com o passar dos anos, eles encurtam e acabam danificados.

‘Esticando’ os seus telômeros, é possível viver mais e envelhecer como todo mundo deseja – com mais independência e qualidade.

Veja, isso não é coisa de cientista.

Existem 2 substâncias acessíveis que podem te ajudar a rejuvenescer de dentro para fora – e uma que pode estar roubando anos preciosos da sua vida.

Entenda o que são os telômeros

telômeros

Telômeros: a chave do envelhecimento estudada pelos cientistas

Repare nos cadarços dos seus sapatos. No fim dos fios, há uma ponteira geralmente feita de plástico para impedir que o material se desgaste rápido, não é?

Imagine que o cadarço é o cromossomo, que carrega a nossa informação genética. O telômero é essa ponteira que protege o cadarço.

Sem essas pontas protetoras (os telômeros), não tem cadarço e nem saúde que aguente.

Quem fez essa comparação brilhante foi a bióloga Elizabeth Blackburn, ganhadora do Prêmio Nobel de fisiologia e medicina em 2009.

A premiada cientista descobriu que é possível fazer ajustes em nível celular para alongar os telômeros e, dessa forma, manter as pessoas saudáveis e retardar doenças relacionadas à velhice.

Recentemente, a doutora Elizabeth publicou um livro chamado ‘O Segredo Está nos Telômeros’ e, na obra, ela revelou que a receita da longevidade está na alimentação.

A bebida que está te envelhecendo

Em conjunto com a Dra. Elizabeth, a professora Elissa Epel, da Universidade da Califórnia, descobriu que o refrigerante é capaz de envelhecer as nossas células e encurtar os telômeros.

As cientistas avaliaram exames de 5.300 adultos americanos de 20 a 65 anos e concluíram que os indivíduos que bebiam refrigerantes tendiam a ter telômeros mais curtos.

A pesquisa demonstrou que quem bebe cerca de 2 latas de refrigerante todos os dias perde aproximadamente 4,6 anos de vida.

Os nutrientes-chave para prevenir ou frear o agravamento de doenças

Sardinhas são fontes naturais de Coenzima Q10 e Ômega 3

#1 – A substância do rejuvenescimento celular

A Coenzima Q10 é uma substância naturalmente produzida pelo nosso organismo e está presente em praticamente todas as nossas células, mas a sua produção começa a cair a partir dos 30 anos.

A principal função da CoQ10 é nutrir as mitocôndrias, organelas que funcionam como fábricas que fornecem 95% da energia que circula em nosso corpo.

Esse nutriente é considerado um potente antioxidante que ajuda pode ajudar a proteger a estrutura das células contra a destruição causada pelos radicais livres.

Uma pesquisa realizada no Reino Unido apontou que a Coenzima Q10 pode impedir o encurtamento acelerado dos telômeros.

A deficiência de Coenzima Q10 causa fadiga, fraqueza muscular e até insuficiência cardíaca com o passar dos anos.

Não sei se já ouvi falar, mas quem toma estatinas para controlar o colesterol não pode ficar sem esse nutriente. Fale com seu médico.

#2 Dá-lhe gordura boa

Embora os telômeros encurtem com o passar do tempo, é possível alongá-los adotando mudanças no estilo de vida.

Uma revisão de estudos sobre os efeitos do ômega 3 apontou que suplementação do óleo de peixe foi associada a uma redução de 32% no desgaste dos telômeros em pacientes com doenças cardíacas.

Os voluntários que adquiriram bons hábitos de saúde, saíram do sedentarismo, apostaram na ingestão de gorduras boas e suplementaram ômega 3 conseguiram aumentar significativamente a atividade da telomerase.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe nas redes sociais.

 

Fontes:

Nutritional programming of coenzyme Q: potential for prevention and intervention?

Coenzyme Q10 prevents accelerated cardiac aging in a rat model of poor maternal nutrition and accelerated postnatal growth

Omega-3 Fatty Acids, Oxidative Stress, and Leukocyte Telomere Length: A Randomized Controlled Trial

Increased telomerase activity and comprehensive lifestyle changes: a pilot study.

Soda and Cell Aging: Associations Between Sugar-Sweetened Beverage Consumption and Leukocyte Telomere Length in Healthy Adults From the National Health and Nutrition Examination Surveys