9 verdades sobre o ômega 3



A Organização Mundial de Saúde (OMS) adverte: você deve incluir Ômega 3 no cardápio. E se eu fosse você faria isso o mais rápido possível, dado que a cada uma hora 34 pessoas morrem do coração no Brasil.

Este macronutriente, caro leitor, é um poderoso anti-inflamatório natural, reconhecido pelas melhores universidades mundiais, entre elas Harvard.

O ômega é essencial para fazer com que as suas veias e artérias funcionem bem, tenham o calibre ideal e permitam que o sangue circule sem barreiras, fazendo com que seu músculo cardíaco seja forte e robusto.

Jørn Dyerberg, médico e professor emérito da Universidade de Copenhague (Dinamarca) foi quem descobriu toda a potência deste ácido graxo, que precisa ser consumido – dado que não é produzido pelo corpo.

Veja também: só 25 segundos para prevenir e reverter os problemas cardíacos

8 vezes menos risco de morte cardiovascular

Em 1971, este pesquisador identificou que, enquanto nos Estados Unidos as mortes cardiovasculares respondiam por 40% dos casos, na Groenlândia este índice não passava de 5,3%.

Após expedições à Groenlândia, Dyerberg concluiu que um dos fatores protetores para a população de esquimós ter 8 vezes menos incidência de morte cardiovascular era o alto consumo de peixes gordos (em especial o olho do peixe), além de carne de focas e mariscos.  

Nos testes em laboratório, foi constatado a maior prevalência deste ácido graxo no organismo do povoado anti-infarto.

A pesquisa está publicada no Lancet, um dos jornais médicos mais prestigiado do mundo. Foi a base para a recomendação médica de ômega 3 ganhar embasamento e consistência..

De lá para cá, já foram mais 3 mil ensaios publicados e as vantagens do consumo de ômega 3 ultrapassaram os limites da saúde cardíaca.

9 verdades do ômega 3

Separei 9 verdades sobre este ácido graxo, todas embasadas na mais nobre ciência. (A sexta é realmente surpreendente e a nona merece total atenção):

1 – Antidepressivo natural

Pesquisas apontam forte correlação entre baixos níveis de ácidos graxos 3 no sangue de pessoas com transtornos de humor. O uso de ômega 3 evita quadros de depressão e anseidade, sem produzir os efeitos colaterais das drogas tradicionais.

2 – Exterminador da gordura no fígado

Trabalhos científicos como o publicado na Annual Review of Nutrition apontam que o ômega 3 pode reduzir o quadro chamado de esteatose hepática

3 – Faz você enxergar melhor

Pode impedir o aparecimento da degeneração macular, que leva a perda progressiva da visão. Uma dieta rica em Ômega 3, conforme já indicado pela revista Science,  também alivia sintomas da síndrome do olho seco.

Veja também: saiba tudo sobre ômega 3

4 – Um anti-rugas que dá de 10 no botox

Os ácidos graxos ômega-3 ajudam a conquistar uma pele saudável, e são aliados no tratamento de doenças como dermatite e psoríase.  Também tem ação nas rugas. Muito melhores do que o botox, que já foi listado como um medicamento mortal pelo pesquisador Peter Gotzsche

5 – Afrodisíaco permanente

A ciência comprova que a ingestão de ômega 3 estimula a produção de hormônios sexuais, melhora a circulação e a lubrificação das mucosas, além de fornecer energia na hora H

6 – Adeus, Alzheimer

Um estudo publicado na revista Journal of Alzheimer Disease mostrou que o ômega 3 protege o cérebro contra o Alzheimer. Também é capaz de frear o desenvolvimento dessa doença tão temida.

7 – Afasta o câncer (de mama e próstata)

Segundo a Sociedade Americana de Câncer, a suplementação correta de Ômega 3 pode afastar os tumores das mamas e da próstata.

8 – Emagrecedor seguro

O óleo de peixe também regula os níveis de leptina. É hormônio que controla a nossa fome, e faz o ponteiro da balança descer.

9 – Ômegas 3 são pirateados

Infelizmente esse é um dos suplementos mais falsificados. Os ômegas de uso veterinário, oxidados e falsificados são realidade. É muito importante estar atento à qualidade dos produtos, principalmente na internet.

Se estiver muito barato, desconfie!

Para fazer efeito, a cápsula precisa ter doses adequadas de EPA e DHA – os componentes que fazem o ômega blindar seu cérebro e coração. O rótulo também deve dizer se o produto contém Vitamina E, indispensável para manter a eficácia. Por fim, o ômega 3 deve ser livre de metais tóxicos e ter garantia de pureza. Se não, além de jogar dinheiro fora, o barato pode sair caro.